Pages

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Vítimas dos tesouros alheios

Diga-me onde está teu tesouro e te direi onde está teu coração...Nem tão religioso assim e nem tão poético, a realidade pode ser a melhor justificativa para se viver. Ana Laura
Liberdade de escolha..liberdade de decisão...liberdade de postura, de opinião e fala. Com responsabilidade no direito coletivo tudo é valido.
Mas nestes dias estou recebendo os tesouros alheios e guardando eles na minha pauta diária dos deveres. Sem metáforas. Mas a piada será para poucos....
Foi ontem que começamos nossa pós num curso virtual e que falava sobre violência. E nos identificávamos como retardatários, como desatualizados, como retrógadas de um mundo virtual em efervescência. Era o começo da nossa crença na responsabilidade pelo aprendizado.
E aos poucos o mundo complexo da estrutura de estudo foi ficando mais automática: Fórum, Conteúdos, Fórum. Não nos distanciados muito dos caminhos que já sabíamos participar.
Fomos falando, argumentando, crescendo..mas mesmo assim não fomos muito além do que já sabíamos. Cansamos de nós, cansamos de não saber se o que falávamos estava certo, estava errado...simplesmente cadê você professor-doutor-nomeado-prestigiado-especializado no assunto. Cadê você que não respondeu as minhas dúvidas?
AH, claro, eu sou responsável pelo meu conhecimento. Minha presença, a sua omissão. Seu silêncio, meu silêncio e nossa indiferença. Como é mesmo a frase: O meu direito começa quando o seu termina, balela, balela...O meu direito só se torna legitimo quando ele inclui o outro humano ou os outros....Mas você não incluiu nós alunos em seus expedientes?
Hoje eu saquei tudo, são os tesouros alheios que nos vitimizam: a beleza padronizada, a conduta etiquetada, o assunto em pautas censuradas. A educação virtual também, um doce para o capitalismo que transforma o coletivo em internautas solitários na frente de uma tela!
Como agora fazer uma movimentação em grupo na minha classe virtual?...como fazer uma reunião e discutir as propostas de ensino e aprendizagem? Onde mesmo que posso encontrar o outro aluno por traz desta tela? Tudo se diluiu..solidariedade, cumplicidade e compromisso...
Então, você ganhou, porque contra o capitalismo só uma transformação radical. Não estou pronta para discutir isto.
E por fim seu tesouro mais belo. No final, faremos parte da mesma falácia e pesquisaremos o mesmo tema de Monografia! Genial porque você doutor-especialista-ditador-hipocrita vai ler o mesmo assunto, com a mesma bibliografia, com a mesmas conclusões e utilizará de toda nossa sandice no seu mais novo e bem vendido Best Seller.
Ora, Doutor-violentador-especialista em violência, só não caia em contradição e na nossa ignorância repousará a tua verdadeira face, porque, cá nós, do mundo dos mortais alunos autodidatas, não aprendemos muito.
Não te culpemos tanto, porque era nossa a responsabilidade, porque nós somos Homens, porque
só nós mudaremos a nossa história. Alivio, enfim.

Ana Laura, falei tudo num arroto.....
Só hoje consegui re-ler este texto..queria muito apagar e depois dos comentários da mama sobre o português...fiquei pensando..PUT's que merda fazemos quando estamos com raiva.
Enfim, arrumei algumas coisas e outras me desculpem...não estou nem um pouco aí...

5 Palavras conexadas:

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

Oloko dá onde vc roubou essa frase! "Diga-me onde está teu tesouro e te direi onde está teu coração...Nem tão religioso assim e nem tão poético, a realidade pode ser a melhor justificativa para se viver."

vou procurar pelos nomes de Fernando Pessoa e cia.. deve ter sido dele, só pode!!!

hahaha brincadeira Ana.. tá inspirada hein!!! teus posts tão ótimos! se quiser posso ser seu empresário, a gente arruma umas palestras pra vc fazer... por uma taxa simbólica viu? rs

bjos

ana laura disse...

kakakaka...gente, só me falta arrumar o expediente que foi escrito com s. Minha mãe teve quase uma sincope com meu erros gramaticaiais (ah! se ela soubesse) e está com medo de um processo contra crimes na internet...
Mas sem nomes e sobrenomes...quem irá provar!
Engraçado que hoje esta frase não faz mais tanto significado, tenho surtado de ódiio da vida patética que me obrigam a viver!!!
E cadê vc Nicholas, poxa...sem comentarios, eu me prometi
Deixa eu voltar a minha vida de relatórios e oficios...aff

Francimare Araújo disse...

Só num momento de dor ou mesmo desespero, do que vê, vive... sei lá!
Foi ótima nas palavras, um desabafo momentâneo. Ah, eu não te conheço... Descobri isso aqui vagando sem rumo na internet, e gostei muito viu?

ana laura disse...

Francimare, olá querida. Desculpe não tê-la recepcionado...eu adoro quando sou notado nos mundinhos alheios, vou ser o mais piegas possível, mas é verdadeiro: seja bem vinda!!!

Francimare Araújo disse...

Já fui, voltei e vou estar sempre lendo esse mundo "encantador" que é esse blog... Gostei muito! Obrigada!