Pages

sábado, 25 de julho de 2009

Quando caimos na realidade, dói

A vida não é tão romantica quanto a um filme. E, eu, ainda insisto em ficar inconformada.
Assisti o Fabuloso Destino de Amélie Poulain. Que garota esquisitamente fascinante e a história com a narrativa mais diferente ainda. Não, eu gostei, apesar do desconforto que filmes assim me causam...ah! suspiros e masturbação mental também, depois vem a ressaca...a realidade.
Mas, porém, contudo e entretanto...estou tentada:

* A colocar uma carta na caixinha do correio e esperar que um cara no passado me responda e me encontre no futuro. Tá confuso, assiste Casa do Lago.
* Ou achar um cara viciado pelo trabalho para titulá-lo como Doce Agosto (tô pensando emergencialmente, Novembro tá muito longe)
* Também penso em dar uma passada no Asilo dos Vovôs e ver se tem alguém com alguma sindrome que vai deixá-lo novo e acessível as minhas aspirações românticas - O curioso caso de Benjamim Button
* Ou mesmo ser uma Amélie que tem um apartamento Mara trabalhando de garçonete e ainda por cima tem bom gosto para homens desencanados...porque se fosse eu, o cara, ia pensar que a Amélie é uma psicopata. Eu hein, tem gente que eu tento ser carinhosa e já acha que estou apaixonada...afff
* Correr de vários casamento na hora do sim e ainda ter um louco querendo casar comigo. Noiva em Fuga.
*Ficar quase congelada para que meu amado se sacrifique por mim. E enquanto bóio na tábua no mar gelado, ele ainda me faz prometer que eu serei feliz...buabuabua...Jack don´t go!. Titanic
* Me passar por noiva de um cara em coma. Pior, ainda conseguir fazer o irmão do cara se apaixonar por mim. Se bem que há muita pilantragem neste mundo, mas eu é que não me jogo numa linha de trem! Este aqui vai ser riscado por pericolosidade. Enquanto você dormia.
* Me vestir de adolescente e paquerar o professor de Literatura bonitão, sem que ninguém perceba que não tenho mais idade para a adolescência. Mesmo assim, acho que dá para tentar. Nunca fui beijada.
* Mas o melhor de tudo. É achar alguém que me adore a ponto de contar a mesma história, todos os dias, se bem que estes têm de monte..eu é que vou ter que treinar para fazer cara de interessada toda vez até o alemão chegar e apagar tudo. Diaros de uma paixão. Como se fosse a primeira vez. Longe Dela...tô falando que tem um monte de possibilidades...

Put's...quantas idéias boas e frutíferas para uma vida romântica...

Coisas de Laurinha

6 Palavras conexadas:

Patricia Daltro disse...

Toda vez que termino de ver um filme que amei, penso a mesma coisa. Meio a Rosa Púrpura do Cairo, como seria bom viver uma aventura igual... Mas ai, a realidade me bafeja e lá vamos nós para o cotidiano... bjs

Livia Queiroz disse...

Put's...quantas idéias boas e frutíferas para uma vida romântica.

kkkkk

Adorei esse post!

Confesso que não em apetecem os romances visto que pensamento que fica depois que o filme acaba é: "pow que lindo né? É acabou."

Rola a masturbação mental mesmo e o pior o orgasmo da memória é feito em pitadas nostalgica!


Mas o Benjamin Button e a Casa do Lago são ótimos hehehehe

bjoks

lorena disse...

nossa, bacana. filmes, arte em greal, serve pra tirar um pouco a gente da realidade crua por instantes, faz nos ver o imaginario, o irreal, o fantastico. assim como nos filmes, olha aí quantos contos fantasticos tem aos montes.

pq se nós fossemos só o dia-a-dia e só correria, aí sim teriamos mais psicopatas, maniaco-depressivos e afins.

viva a arte e a anestesia que ela nos provoca. agora sem alienar neh? rsrs

=]

Taty e Ana disse...

As vezes acho que vivo mais na fantasia do que na realidade, e na verdade tenho a impressão que os filmes ajudam a amenizar a chatice que se tornou minha vida... então qdo estou assistindo um filme sou capaza de viajar na história e semrpre que acaba fico me imaginado dentro dela... surreal, mas é a minha realidade ultimamente.... e eu qro um Benjaminnnn.... Taty...

ana laura disse...

Eu também quero comentar..num é para aumentar o número da cotação de "como sou interessante" kkkkk...mas para dizer que eu me amarro em filmes de ET, Zumbi e qualquer coisa realmente "verdadeira" e "possível".
Mas se for ver um par romantico desejável, o ET, Alien e Predador estão fora da lista...por isso, acabo assistindo os filmes romanticos. Quem sabe tem ET bonito dando sopa por aí!
Brincadeira...confesso que adoro todos os filmes citados e adoro acreditar que há amor ainda para os corações solitários, claro, sem exageros sentimentalóides...Closer é a melhor aproximação com a realidade...chegaaaaaa

carmen disse...

Ana Laura..........no meio de tantas notícias difíceis de digerir que a gente coloca lá no "Anjos", é legal passar aqui e ver a "insustentável leveza do seu ser".........rsrsr.......Já viu esse?
Beijos
Carmen