Pages

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ultimamente

Ultimamente tenho estado bastante ocupada com os imperativos do início de uma carreira profissional. Àqueles tantos que você pensa:
Por que eu estou fazendo isto?
Estão comprando a minha alma? Será que ela está cara?
Onde eu enfio este cabo? (sim, eu tinha uma boa idéia!)
Onde você está querendo chegar?
Mas o que mesmo uma assistente social faz?
Gente, cadê a ética?
Será que isto me compromete?
Preciso arranjar outro emprego?
Vamos fazer um projeto?
Como é mesmo aquelas formulas no Excel?
Tem formula de tabela no Word?
Por que não quebro este computador????
Alô, alô, alô..você está me ouvindo??
Por que não quebro o telefone também?
Dá para me pagar?
Dá para ser mais humano?
Dá para entender?
Dá para parar de me encher?
Que hora vamos fazer algo?
?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
??????????????????????????????????? Pára a palhaçada, já estamos no final de semana?

Ana Laura

6 Palavras conexadas:

Francimare Araújo disse...

Essa é a minha maior dúvida no momento, profissão, vestibular... Muito difícil...

Carmen disse...

Ana Laura...espero não sobrar para mim........rsrsr
Dê uma passada no "Anjos e Guerreiros"; coloquei seu blog em nossa lista de amigos.
Beijão e bom fds!

Carmen

ana laura disse...

Ola Francimare..que momento importante na sua vida. Me lembro que dentre três escolhas só me decedi por uma na hora da inscrição para o vestibular! Se fiz a escolha certa, não sei...se gosto do que faço, sim gosto..mas não sei se farei a mesma coisa para o resto da vida.
Sou uma pessoa bastante incorfomada, só tenho que parar de reclamar um pouco...kakaka...e colocar meus sonhos na pauta dos dias.
Acho que é assim que deveriamos fazer nossas escolhas. Escolher aquilo que mais se aproxima dos nossos sonhos!
Mas qualquer escolha que seja, Nada é Fácil...risos, verdade dolorida. Continuemos

Carmem obrigada, como te disse sempre que posso passo pelo o seu blog para me atualizar nas nossas conquistas e retrocessos em relação a infância e adolescencia.
Sinto bastante empatia por vc e quero um dia sentar e trocar conhecimentos e planos..Risos, o que inclui vc nos meus projetos profissionais.kakakkaa...vai sobrar pra vc. E o nosso Seminário, conte incondicionalmente comigo para a organização..beijos

Francimare Araújo disse...

É o momento crucuial! Morro de medo de escolher o curso incerto no sentido de que mais adiante poderei me decepcionar, ter que trancar e perder o maior tempo do mundo. Isso me maltrata, não consigo parar de pensar em outra coisa, estou numa paranoia só. Entregue tudo a Deus e vamo que vamo! Valeu! ;)

ana laura disse...

Acredite, nada é perdido. Conheci na epoca de faculdade uma pessoa facinante chamada Rafael. Ele era formado em direito e até pós-graduação fez, mas desistiu da carreira como advogado. Quando o conheci estava cursando filosofia, desistiu e passou a cursar psicologia. Desistiu no terceiro ano de filosofia, acredita? Pois é...
Eu poderia descrevê-lo como a pessoa mais interessante que eu conheci...ele me fez entender justamente que qualquer caminho que trilhamos nunca é errado, mas apenas caminhos que nos leva a algumas conclusões.
Parece que se tomarmos a decisão errada vamos perder um tempo enorme. Mas acredite, nunca perdemos este tempo e depois a escolha certa fica mais visivel.
Estou adorando dividir isto com você, acredito que todos deveriam passar pela experiência de uma universidade. Realmente, universo novo a ser explorado. Você irá ver. E no futuro, como eu, vai querer ter ficado bastante tempo neste universo...muitas conquistas para você!

Francimare Araújo disse...

Nossa, Rafael me surpreendeu, como ele consegue? Desistiu tão perto de terminar, ou começar... nem sei! kkkk
Pois é, não sei exatamente o que quero, talvez seja esta a minha maior preocupação... Fiz um teste vocacional hoje, mas mesmo assim não sei. Vou arriscar... é isso aí! E se não der certo, não deu. Muitíssimo obrigada pela força, tá me ajudando muito. Acredite. Beijo grande!