Pages

domingo, 31 de julho de 2011

E vou passar agosto esperando setembro


A Pandora abre sua caixa e joga Agosto para fora entre agouros acendo minha vela canto baixinho minhas rezas tomo meu floral não esqueço o ferro ligado e nem o gás sigo a risca as regras amo com cautela deixo a janela entreaberta e nem respingo de chuva me atrevo a tomar bebo sobre orientação médica como e gasto à la francisco banho só com ervas conversas se forem banais trabalho sem pressa e sobre a escrivaninha os livros pra ler as músicas para ouvir os textos que saem assim só de espera fico vivendo agosto passar esvaindo aquelas magoas esquecendo suas falas não esperando aquele convite dormindo mais do que é suficiente caminhando como estrela sem hora para além da madrugada e numa cadência vivendo setembro chegar
Ana Laura

1 Palavras conexadas:

Ciça! disse...

setembro já está indo...