Pages

sábado, 20 de dezembro de 2008


Queria tanto um dia com chuva, mas o sol teima em brilhar,
E ao invés de lagrimas o riso está no ar.
Não sei se é dezembro, ou Papai Noel, ou até mesmo o aniversário do grande menino, ou a esperança de um novo ano que nos deixa assim, um tanto que bobos outro tanto alegres.
Só sei que o dia nasce assim um azul meio rosa com um tom de verde e um toque de laranja.
Ah e o preto virou amarelo, o cinza ganhou uma pitada do vermelho.
Vejo agora da minha janela um pára-quedas colorido voando no céu, talvez seja o ajudante do bom velhinho ou um amante da liberdade.
Ah! Essas cidades do interior desse meu Brasil tão cheia de gente agora, de gente nova e bonita, de gente nem tão nova assim e com a mesma beleza de outras épocas.
Tchibum!! Crianças pulam na piscina, Rárara essa é a melodia dos pequenos.
Vamos caminhar, vamos nos divertir, ser feliz não custa nada, preocupação vai dormir um pouco, tristeza tire suas férias, lágrimas de alegria apenas.
Ei! Venha cá, me dê um abraço e vamos nos divertir!


Taty Roéfero 20/12/2008 16:30hrs





1 Palavras conexadas:

ana laura disse...

olá, adorei as novas cores, tudo muito lindo...e estes versos, inaugura o muita da alegria que nos é de direito!