Pages

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008




PIPA
Sou uma pipa ao sabor do vento, ando entre as nuvens, beijo brisas e bailo no céu. AH! Se me deres linhas vou longe... vou buscar o raio do sol que tanto almeja. Mas me conduza amigo fiel, para que seu toque forte e suave não me faça tombar dos ares à terra fria.
Realmente sou uma pipa, beliscando no azul a liberdade... rodopiando no espaço que só cabe aos pássaros e poetas... e nesse momento, mesmo sendo eu seu único horizonte de visão, entregue a sua vontade... não, não me deixe tombar no chão.
Seja meu como sou sua... voando no teus olhos emergidos no céu!


Desenho da Pagú, não era este que eu queria, mas vcs sabem no mundo virtual, não o que você quer..é o que o google quer! risos

Ana Laura, com humor amargo de um dia de chuva!

1 Palavras conexadas:

Tati. disse...

Lindo! Emocionante, suave, delicado, forte...
Amei Ana, e o sol que tanto almeja logo estará brilhando forte na sua vida.